O Poderoso Chefão Saudita

O Mansour bin Mukrin, opositor histórico do príncipe coroado é primeira vítima fatal saudita rumo ao Islã moderado

Na semana passada, noticiamos sobre as reformas que o príncipe Salman, está introduzindo na Arábia Saudita, em plena guerra contra o Irã travada no Iêmen. Até o momento são as seguintes: direito das mulheres dirigirem carros a partir de janeiro de 2018 (o que significa que elas poderão se deslocar sozinhas sem maridos ou pais); comunicado de que seu próprio pai levou o país ao rumo inadequado da ortodoxia islâmica e que ele vai levar a Arábia ao século 21, adotando um islã moderado e abrindo o país a todas as religiões; e por fim, a autorização para entrada de mulheres como público de eventos esportivos.

A primeira grande resposta foi um míssil balístico disparado do Iêmem, contra a capital saudita, interceptado por um míssil Patriot nos céus de Ryad.

Havia perguntas óbvias: como é que o Salman vai fazer isto? E os clérigos ortodoxos e os outros príncipes? Era meio óbvio que Salman iria, provavelmente agir como os árabes são especialistas: cortar as cabeças dos opositores.

Ninguém podia imaginar que isso começaria tão rápido.

Bem ao estilo do Poderoso Chefão o primeiro golpe foi dado em seus opositores ontem, no domingo, dia 5 de novembro. Criando uma aura moralista de combate à corrupção, o príncipe coroado mandou encarcerar 11 outros príncipes, seus parentes diretos, quatro ministros em atividade e outros 30 e ex-ministros dos anos de governo de seu pai. Estão sendo mantidos presos em um hotel 5 estrelas da capital.

Mas existe outro incidente aí e pode ser apenas coincidência, mas o timing é de roteirista de Hollywood.

Ao mesmo tempo que os serviços de segurança sauditas recebiam suas missões de captura e prisão de lideranças políticas do país, um outro príncipe chamado Mansour bin Mukrin, governador da província de Asir, foi morto numa queda de helicóptero militar, juntamente com vários oficiais militares de alta patente, num voo perto da fronteira do Iêmen. As tropas xiitas iemenitas não assumiram a derrubada do aparelho, e os sauditas se recusam a comentar.

O fato é que o Mansour bin Mukrin é filho de Mukrin al-Saud que foi o príncipe coroado durante do reino do Rei Abdullah e era um dos mais fortes oponentes políticos do príncipe Salman.

José Roitberg
About José Roitberg 315 Articles
Jornalista, professor sobre o Holocausto formado no Yad Vashem e pesquisador sobre a história dos judeus e do Rio de Janeiro.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*