ALERJ dá início ao ano legislativo

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) deu início aos trabalhos do ano legislativo nesta quinta-feira (1°/02). O secretário de Estado da Casa Civil e de Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, fez um balanço do governo no ano passado.

Ele disse que o Estado do Rio não estaria “trilhando o caminho de volta para o equilíbrio fiscal e o desenvolvimento sem a aprovação da Casa de 266 projetos de lei”. O secretário afirmou que leis como a que prorrogou o prazo da calamidade financeira (Lei Estadual 7.627/17) e a da criação do Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal – FEEF (Lei Estadual 7.428/16) foram essenciais para a

Christino ratificou que a prioridade do governo é o pagamento dos salários dos servidores e pensionistas e relembrou que, em dezembro, houve o pagamento do 13° salário de 2016, dos salários atrasados até o mês de novembro e de parte do 13° do ano passado para quem ganha até R$ 3.458 que representaram o montante de R$ 4,7 bilhões depositados. “Vamos colocar os salários em dia e isso vai garantir a melhoria na prestação dos serviços”, afirmou o secretário.

O presidente em exercício da Casa, deputado André Ceciliano (PT), comentou que desde 2016 a Alerj vem votando projetos difíceis, como os de ajuste fiscal e do aumento de alíquotas, com intensos debates entre os parlamentares e manifestação da população. “Fizemos a nossa parte. Mesmo com divergências, os deputados aprovaram as medidas necessárias. Com a sinalização do governo de que vai colocar os salários atrasados em dia, nós esperamos que isso tire a máquina pública da inércia”, afirmou.

Ceciliano frisou a necessidade de prioridade para a área da segurança: “Precisamos combater a violência no estado”.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*