50 Anos da Guerra dos Seis Dias

77
0


Entre os dias 5 e 10 de junho Israel e os judeus de todo o mundo relembram os 50 anos, meio século, da Guerra dos Seis Dias. Eram dois objetivos básicos: destruir as forças aéreas do Egito e Síria, e libertar Jerusalém de 19 anos de nova dominação muçulmana, desta vez nas mãos da Jordânia. Com os judeus dominando Jerusalém a cidade é aberta a todas as religiões, inclusive aos muçulmanos, coisa que estes nunca fizeram. Em novembro iremos relembrar também a primeira libertação de Jerusalém de cerca de 400 anos dominação islâmica, nas mãos do Império Turco Otomano, pelas tropas britânicas durante a Primeira Guerra Mundial. A maioria das pessoas não percebe, mas foram os muçulmanos que venceram as Cruzadas. De 1197 até 1917, eles dominaram a região. Os turcos assumiram em 1517 e foram batidos em 1917. Mas antes deles os Mamelucos, oriundos do Egito, numa mistura étnica de diversos escravos, turcos e egípcios haviam governado desde 1250. Note que em 1948, os muçulmanos da Jordânia, retomaram Jerusalém dos britânicos e não dos judeus ou israelenses. Delicie-se com Ofra Haza cantando Jerusalém de Ouro e imagens emblemáticas da guerra de 1967.